"QUEM QUISER REFORMAR O MUNDO COMECE POR SI MESMO"
Powered by Google TradutorTradutor

Santuário

O Regresso dos inacianos

Deixando a capitania do Espírito Santo pelo porto de Vitória em janeiro de 1760, aquando da expulsão da Ordem, os jesuítas retornaram ao Estado no primeiro dia do ano de 1928. Oriundos do Rio de Janeiro, por intervenção do arcebispo de Mariana – MG, Dom Helvécio Gomes de Oliveira, benemérito anchietense, retornaram os jesuítas à cidade de Anchieta, antiga povoação de Reritiba, 168 anos depois. A missão formada pelos padres Joaquim Rocha, Emílio Faure e o irmão Francisco Piccaro deixaram o Rio de Janeiro no dia 29 de dezembro, via estrada de ferro, e chegaram no dia 1º de janeiro a Jabaquara, no município de Anchieta, de onde, por lancha, aportaram na cidade de Anchieta.

Provisoriamente instalados na casa do antigo vigário, em breve passaram para o edifício da antiga residência jesuítica, anexo à igreja de Nossa Senhora da Assunção, que D. Helvécio adquiriu à Câmara Municipal para, a partir dela, retomarem a missão apostólica da região.

Com efeito, no dia 24 janeiro, na presença de D. Helvécio Gomes de Oliveira e do Pe. Provincial João B. Dudréneuf, tomou posse o novo vigário jesuíta que recebeu simbolicamente a Casa Histórica da Companhia de Jesus. Elementos do povo aglomerados na ex-sala da Câmara, ao som da banda de música e foguetes, participaram da cerimônia de tomada de posse da antiga residência jesuítica.


O Regresso dos inacianos