"QUEM QUISER REFORMAR O MUNDO COMECE POR SI MESMO"
Powered by Google TradutorTradutor

Notícia > 31 de Janeiro, 2018

Professor Elias Rodrigues: referência sobre o conhecimento da vida de São José de Anchieta

O professor Elias Rodrigues tinha uma forte admiração a São José de Anchieta, a quem dedicou grande parte de seu tempo à pesquisa sobre a vida e a obra do missionário jesuíta

O novo Centro Administrativo do Santuário Nacional de São José de Anchieta, inaugurado no último domingo (28), homenageia o Professor Elias Rodrigues, um historiador estudioso de Anchieta e pertencente à Igreja Batista. 

O Professor Elias Rodrigues nasceu em Vitória, no dia 14 de junho de 1935. Era formado em Contabilidade e História, foi professor na Escola de Comércio, em Vitória, funcionário da Escelsa, empresa distribuidora de energia elétrica, e presidente do Sindicato dos Funcionários, onde se aposentou. Além disso, foi professor no Colégio Maria Mattos, trabalhou na Secretaria da Cultura e participou da fundação da Instituição Pestalozzi. Também foi Diretor de Cultura e acompanhou grandes projetos, como algumas etapas da restauração de 1994 -1997, da Igreja Nossa Senhora da Assunção. Em 1996, compôs a Comissão Organizadora do Quarto Centenário de morte do Beato Anchieta, que ocorreu em 1997. Realizou um importante trabalho na Casa de Cultura “Angelina Lopes Assad”, sendo um dos fundadores, e resgatou documentos de grande valor histórico para o município, abrindo espaço para os artistas da terra exporem seus trabalhos. 

O historiador amava Anchieta, onde morava e também tinha familiares. Lá era conhecido como “Tio Liliu”. Tinha uma forte admiração a São José de Anchieta, a quem dedicou grande parte de seu tempo à pesquisa sobre a vida e a obra do missionário jesuíta, Apóstolo e Padroeiro do Brasil. Devido a essa admiração, se envolvia em todas as questões ligadas à cultura, teatro, música e oficinas literárias. Também foi um dos responsáveis pela criação do evento "Passos de Anchieta".

O professor Elinas era uma grande referência sobre o conhecimento da vida de São José de Anchieta. Estava sempre disponível para acompanhar escritores, historiadores, estudiosos e pesquisadores universitários quando chegavam a Anchieta para a busca de subsídios para complementação de seus estudos. Assim como São José de Anchieta, viveu os últimos momentos de sua vida em Anchieta. Faleceu em Vitória, no dia 24 de novembro de 2000. 

 

Por: Amex/Comunicação do Santuário